terça-feira, 15 de novembro de 2016

20ª Pão de Açúcar Kids


Sábado, 29 de outubro, como é de praxe, milhares de atletinhas tomaram conta da pista de atletismo do Ibirapuera para participar da 20ª Edição do Pão de Açúcar Kids. Muitas atrações de diversões e corridas distribuídas em baias ditaram a manhã festiva e ensolarada.

As baterias das largadas aconteceram dentro do horário e para cada faixa etária foram distribuídas camisetas com as respectivas cores o que tornou a organização eficiente para detectar atletas fora da sua idade.

O slogam dá prova foi “Em boa companhia, a gente vai mais longe!”. Incentivando as crianças aos hábitos saudáveis com certeza estas terão menos problemas de ordem social e física. Infelizmente até o momento não foram divulgados os tempos.

Corrida da Amizade - Parque Laguna (Taboão da Serra)


 
Corrida de confraternização em pleno outubro foi a 1º opção do mês. Parque Laguna, bairro do Taboão da Serra, conhecido pelos percursos íngremes e altamente técnicos reuniu aproximadamente 100 atletas dispostos a vencer as dificuldades propostas.

 
Participamos anteriormente em dezembro de 2013 e notei que o trajeto sofreu alteração nos primeiros kms e no final, porém as subidas do percurso foram superadas com tranquilidade em relação aquele ano.

 
O preço das corridas dos Atletas do Bem, atualmente são as mais acessíveis o que permite que atletas de todas as condições possam participar. O Marcão fechou os 5km em 29’44” e eu cheguei em 25’49”

IV Voltinha da União


Porque ser criança é correr e brincar, assim foi o slogam da IV Voltinha da União. Estações de brincadeiras (mini tênis, basquetebol, arco e flecha, handebol, amarelinha e pular corda) e as baterias de corridas  foram montadas no estacionamento do Shopping União em Osasco.

 
Domingo, 16 de outubro, o sol pegou forte e deixou o evento atraente, porém durante o desenvolvimento das atividades não foi fornecido água aos participantes, um ponto negativo que levei até os organizadores e deixei como sugestão para o próximo ano, ofertar água durante todo o evento e não apenas após a corrida. Os organizadores explicaram que não faziam conta do forte calor e que levariam a sugestão para o próximo ano.

 
A largada aconteceu a partir das 9 horas (horário de verão) através dos mais novos (2012) até os maiores (2004), 50 mts até 400 mts foram as distâncias percorridas pelas crianças. O percurso foi realizado em  pista emborrachada (tapete)  e as crianças além de correrem com numerais com os nomes, levaram uma pulseira de identificação igual ao do seu responsável, o qual deveria retirá-lo ao final da prova, dentro de uma tenda de dispersão.
 
O Cauã correu no circuito oval montado e completou os 100mts chegando em 3º lugar, por ser uma corrida sem o compromisso competitivo, não houve tomada de tempo.

Virada Esportiva - 2 Provas em Poucas Horas


Corridas com intervalos de 10 – 12 horas já fizemos, mas desta vez  foram 2 provas em locais distintos dentro do intervalo de 3 horas, trata-se da Virada Esportiva. Neste ano a data foi antecipada para setembro e por motivos de contenção de despesas e em vésperas das eleições municipais, o evento foi “mais econômico”, apesar das 32 horas de atividades esportivas espalhadas pela cidade.



 

Na Vila São Francisco (Butantã), ocorreu mais uma etapa do Circuito Popular de Corridas de Rua da PMSP, onde várias baterias conforme a faixa etária aconteceram a partir das 7 horas na distância de 1km. Os mais “experientes” largaram primeiro (atletas acima dos 50 anos) e depois em ordem decrescente seguiam os outros corredores. Por não conhecer as regras desta etapa, pensei que fossem 5km, informações que passei ao Marcão que segurou o ritmo e fechou a prova em 5’23” alcançando a 9º colocação e como larguei na 2º bateria fiz em 4’08” conquistando a 6º colocação. Nesta etapa conseguimos levar uma medalha para contabilizar no curriculum.

 
 
Deixando aquele espaço  fomos direto para o Campo Limpo, onde haveria a Caminhada e Corrida em comemoração ao aniversário do Bairro. Segundo os organizadores, por motivos das eleições municipais nesta etapa não houve distribuição de camisetas, assim como acontecerá na Etapa São Francisco, e nem aconteceu premiação aos atletas (podium e participação). A largada aconteceu por volta das 10:30hs, na distância de 5km pela Avenida Carlos Caldeira e completamos nos tempos de 25’26” (Duarte) , 29’48” (Marcão) e a nossa amiga Ana Paula Agnelo, a qual não temos o registro do seu tempo.
 
Marcão chegando em 29'48"


                                                 Ana Paula Agnelo melhorando o seu tempo


 
                                     Momentos antes da largada, pena que faltou a medalha.

 

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

City Running - 5km

 
Após algumas horas do desgaste físico da Corrida V Treino Ultra, estava disposto para prestigiar a City Running – 5km em Taboão da Serra, uma prova organizada pelos Atletas do Bem. Custo benefício excelente onde muitos atletas que não podem custear provas badaladas e caríssimas tem a oportunidade de correr entre amigos e dependendo da classificação levar um troféu de participação para casa (100º homens e 50º mulheres).
 


 
Segundo os organizadores, Prof. Neuri Dantas, a finalidade das corridas dos Atletas do Bem é: “A corrida de rua é um dos esportes que mais cresce no Brasil e na cidade de Taboão da Serra existem inúmeras pessoas que praticam essa atividade esportiva, por isso surge a necessidade de organizar uma atividade onde o cidadão possa participar sem ter que se deslocar para outros municípios, e onde pessoas de outras cidades possam visitar Taboão da serra para desfrutar de uma atividade saudável ao ar livre.”
 
.
.
 
 
Por volta das 8:30h, centenas de atletas largaram do Parque das Hortências e percorreram as ruas do bairro, sendo que o percurso não ofereceu muitas subidas como em outras localidades daquele município. Completei os 5km correndo muito para as condições físicas a qual me encontro e fiz o excelente tempo de 21’35

 

V Treino Ultra em Mogi das Cruzes


Final de semana agitado, pela manhã Circuitinho Piraquê, na parte da tarde foi o V Ultra Treino - 32km, 24km, 16km e 8km , em  Mogi das Cruzes. Lógico que fui conferir o evento participando. A inscrição foi feita dias antes através de depósito bancário, informações pessoais pelo Whatsapp e boa vontade do organizador, pois as vagas estavam completas.
  
 
 
 Largada e chegada dentro do Restaurante Caipirado, o qual foi a arena do evento. As largadas começaram por volta das 14hs conforme a distância a ser percorrida, sendo que os 8km foi por volta das 16hs.
Informações antes da largada, orientaram os atletas sobre as setas amarelas informando o sentido da corrida, o atleta “Vassoura” responsável por acompanhar o último atleta no trajeto escolhido para correr, as altimetrias de cada prova e os acessórios obrigatórios para os percursos maiores (32km, 24km e 16km).
 
Preço justo para um kit recheado de brindes e uma bela camiseta do evento. Largada dada e pés nos asfalto com uma leve descida no início e por volta dos 2km uma longa subida até o topo de um morro. Estava na 7º posição no geral e esperava que os líderes passassem de volta a qualquer momento, fato este que me deixava ansioso. Chegando no topo da montanha (4km) dois staffs distribuindo água orientaram os atletas a descer, pois dali em diante era apenas “descida”, o que fez com que aumentasse o ritmo para reconquistar a 6º colocação. Seguindo as setas amarelas chegamos em um ponto onde havia as indicações para os 16km e 24km, enquanto para os 8km, NADA! Ao encontrar a “vassoura” dos 16km fui informado que estávamos no trecho errado. Meu Deus! Voltei uma parte do percurso informando os demais atletas e todos decidimos continuar nos 16km... Meu Deus, quantas subidas! Não estávamos preparados psicologicamente para a distância e alguns atletas começaram a sentir o desgaste pelas dificuldades e falta da água, pois não levamos. Minha preocupação era com a Patrícia que ficou na Arena e justamente neste dia não levei o celular para informar que estávamos perdidos, porém uma das atletas conseguiu avisar o seu marido, o que puderam agilizar a organização no suporte ou resgate de alguns atletas. O que era para ser uma corrida de 40’, virou um desafio de mais de 2:30’.


 
Ao final fomos contemplados com um Mini Troféu e um jantar caprichado no Restaurante que apoiou o evento. Se tiver uma próxima oportunidade, voltarei para correr os 8km e dessa vez sem errar o caminho.

No Circuitinho Piraquê... Filho de Peixe, Peixinho é...


 
Bote o seu pequeno para correr! Com um slogan bem educativo, o Circuitinho Piraquê chamou a responsabilidade para o público adulto  a fim de transmitir aos menores a paixão pela corrida através do incentivo as atividades esportivas sem  buscar a competitividade, mas o espírito lúdico das atividades.


 
Em uma pista reformada, centenas de crianças na companhia dos seus responsáveis correram com alegria e sem pressão de boas colocações e ao final puderam se divertir pelas atrações e diversas brincadeiras montadas dentro do CEPEUSP.


O sábado (10/09) amanheceu com um pouco nublado, mas aos poucos um sol brilhando forte deu as caras, convidando os familiares a prestigiarem  os “pequenos grandes”  e futuros corredores e por volta das 8 horas, os primeiros atletinhas estavam posicionados para saírem nas primeiras baterias.
 
O Cauã ostentando o número  6040, arrasou nos 50 metros com o tempo de 10’85” e ainda levou para casa um belíssimo kit do evento (camiseta de ótima qualidade, medalha e uma mochila térmica.